💎 O Rubi: A Gema Vermelha Mais Famosa e Lendária

O rubi se distingue por sua cor vermelha brilhante, sendo a mais famosa e lendária jóia vermelha.

Além de sua cor brilhante, é uma jóia muito desejável devido a sua dureza, durabilidade, brilho e raridade.

Os grandes rubis transparentes são ainda mais raros que os diamantes. Ruby é a variedade vermelha do mineral Corundum.

Tudo sobre a jóia Ruby

A safira, a outra variedade de gema Corundum, compreende todas as cores do Corundum, exceto o vermelho.

  • Mineralogia Rubi
  • Dureza: 9
  • Cor: vermelho, rosa
  • La Raya: Branco
  • Lustre: Viítreo, adamantino, pérola
  • Fratura: Conchoidal, irregular
  • Esfoliação: Não tem

Em essência, a Rubi é uma Safira vermelha, pois a Rubi e a Safira são idênticas em todas as propriedades, exceto na cor.

Entretanto, devido a seu apelo especial e significado histórico, o Ruby sempre foi classificado como uma gema individual, e nunca é identificado como uma forma de Safira (embora algumas cores vermelho-púrpura possam cair entre as linhas de ser classificado como Ruby ou Safira).

Ruby Pigeon Blood Burma (vídeo documentário)

A cor da Rubi

A cor do rubi varia de vermelho vivo a marrom-avermelhado escuro. A cor preferida é um vermelho sangue profundo com uma tonalidade ligeiramente azulada.

Este rubi é conhecido como «Rubi birmanês» ou «Rubi de sangue de pombo». O rubi birmanês é famoso por sua coloração excepcional e tem produzido tradicionalmente os melhores rubis.

No entanto, o Ruby birmanês raramente excede vários quilates; rubis birmaneses grandes e impecáveis podem valer milhões de dólares.

Qual cor Ruby é a mais valiosa?

A cor é o fator mais significativo que afeta o valor de um rubi. O mais fino rubi tem um vermelho puro e vibrante a um vermelho ligeiramente arroxeado.

Na maioria dos mercados, as cores vermelhas puras têm os preços mais altos e os rubis com tons de laranja e roxo são menos valorizados.

De que é feito o Ruby?

É uma jóia com cores que vão do rosa ao vermelho sangue, uma forma do coríndon mineral (óxido de alumínio). Outras variedades de coríndon de qualidade gema são chamadas safiras.

O rubi é uma das tradicionais jóias cardeais, juntamente com ametista, safira, esmeralda e diamante.

Para que são usados os rubis?

Os rubis são amplamente utilizados na fabricação de jóias.

A pedra preciosa é frequentemente colocada em um metal precioso como platina ou ouro e pode ser usada como pedra primária de uma determinada peça ou para realçar outras pedras, como diamantes.

O rubi mais caro do mundo

É definitivamente a Rubi do nascer do sol. Esta gema, com seus 25,59 quilates, é uma gema Mogok birmanesa em forma de almofada, colocada em um Cartier, juntamente com dois diamantes em forma de escudos, pesando 2,47 e 2,70 quilates.

O recorde foi batido pelo Blue Oppenheimer, que atingiu um preço recorde de US$ 30.335.698 com seu incrível preço de venda de US$ 57,5 milhões.

Mas os rubis ainda eram muito apreciados entre as pedras de luxo mais caras.

Vendendo o rubi mais caro do mundo

Em maio de 2015, a Sotheby’s Genebra sediou uma venda com um rubi de sangue de pombo Mogok birmanês único, que bateu todos os recordes ao vender por mais de US$ 30 milhões e mais de US$ 1 milhão por quilate.

O detentor anterior do rubi mais caro era o Graff Ruby, que havia sido vendido seis meses antes em novembro de 2014 por US$ 8.600.410.

Como o rubi era de apenas 8,62 quilates, seu preço de venda foi de apenas US$ 2.200 do novo recorde por quilate.

Isto só nos mostra que os rubis de alta qualidade continuam a subir de preço e ainda são muito procurados.

Além disso, seis dos dez rubis mais caros que existem hoje foram vendidos nos últimos dois anos e meio.

O que significa rubi espiritualmente?

A jóia rubi é uma pedra de criatividade divina. Ele aumenta seus níveis de energia e promove uma alta auto-estima, intuição e sabedoria espiritual.

O rubi é um símbolo de boa sorte, amor puro e lealdade. Como uma pedra afrodisíaca, ela traz vigor à sua vida. É uma das pedras vermelhas mais poderosas.

O que simboliza um rubi?

Rubi, ruby stone, gema rubi, piedra preciosaO rubi é uma pedra vermelha profunda e brilhante que tem acumulado um significado especial e simbólico ao longo do tempo.

Ao longo dos tempos, o rubi tem representado nobreza, pureza e paixão.

Desde os tempos antigos até o presente, os rubis têm sido valorizados pelas culturas de todo o mundo.

Quem deve usar um rubi?

Basicamente, a pedra rubi acaba sendo uma média para um antepassado Taurus.

Embora um indivíduo de Touro possa usar esta jóia durante o Mahadasha ou um período importante do Sol.

Além disso, se o sol estiver na 10ª casa ou na 4ª casa, mesmo assim uma pessoa pode usar a pedra de rubi ou a pedra de Manik.

Como você sabe que um rubi é genuíno?

Os rubis verdadeiros brilham com um vermelho intenso e vívido quase como um semáforo. As imitações destas gemas são muitas vezes opacas: elas são «leves, mas não brilhantes».

Se a gema é mais do que um vermelho escuro, então pode ser castanho ao invés de rubi.

Se for realmente um rubi, no entanto, você deve saber que as jóias mais escuras geralmente valem mais que as mais claras.

Os rubis são mais raros que os diamantes?

Os diamantes são uma das jóias mais valiosas existentes, mas não porque os diamantes são particularmente raros.

De fato, esmeraldas, rubis e safiras de alta qualidade são todos naturalmente mais raros do que os diamantes.

Qual é o aspecto de um rubi áspero?

O tipo de rocha hospedeira na qual um rubi cresce pode afetar sua forma geral, com alguns rubis ásperos parecendo bloqueados e outros assumindo uma forma mais cônica.

Embora um rubi bruto não terá o brilho de uma pedra cortada e polida, os rubis na natureza ainda terão uma tonalidade vermelha distinta.

Tipos de Rubi

Rubi, ruby stone, gema rubi, piedra preciosaMuitos dos rubis no mercado são da Tailândia, e esses rubis têm um tom marrom menos desejável, embora muitas vezes possam ser tratados com calor para melhorar a cor.

O tratamento térmico de um rubi também pode aumentar sua transparência ao eliminar pequenos defeitos internos.

A inclusão de pequenas agulhas rúteis paralelas no rubi faz com que uma gema polida mostre um asterismo. Um Ruby que mostra asterismo é conhecido como um «Ruby Estrela», e se for transparente pode ser muito apreciado.

A Estrela Rubi existe em seis estrelas de raio, embora doze estrelas de raio também sejam conhecidas.

Os rubis devem ter uma boa transparência para ter valor como uma jóia. Os rubis opacos ou semi-opacos têm relativamente pouco valor, mesmo que mostrem asterismo.

As inclusões muito rúteis que determinam o asterismo em certos rubis também podem diminuir a transparência e causar um efeito nebuloso conhecido como seda.

Embora o rubi possa ser uma das jóias mais caras, ele também vem em formas mais embotadas, opacas, bastante baratas, e muitas vezes polidas em cabochons.

Uma forma única de pedra preciosa composta de Rubi vermelho opaco em contraste com o zoisita verde é conhecida da Tanzânia, e é usada como uma gema menor e pode ser esculpida em ornamentos.

Características da Ruby?

A cor do Ruby é geralmente causada por pequenas inclusões do metal cromo.

Essas impurezas são freqüentemente responsáveis pela fluorescência da Ruby, que pode ser útil para a identificação.

O rubi também é pleocroico, e às vezes mostra uma cor mais clara e intensa quando visto de ângulos diferentes.

O rubi é uma gema forte e durável, e a única gema natural mais dura que o rubi é o diamante.

Apesar disso, o rubi ainda está sujeito a lascas e rachaduras se manuseado de forma grosseira, e é preciso ter cuidado para garantir que seja manuseado corretamente.

Rubi Sintético

O rubi foi sintetizado pela primeira vez em 1902. O processo de criação do rubi sintético é conhecido como o processo de Verneuil.

Somente especialistas podem distinguir entre Rubi natural e Rubi sintético, criado em laboratório.

Usos da Ruby

A rubi é uma das jóias mais populares, e é amplamente utilizada em joalheria. O rubi é usado em todas as formas de jóias, incluindo pulseiras, colares, anéis e brincos.

É utilizada tanto como pedra central em pingentes e anéis, como também como pedra secundária para complementar outras pedras preciosas, como diamantes.

A Estrela Rubi é polida como os cabochons e, se transparente, pode ser extremamente valiosa.

As grandes gemas Ruby são extremamente raras e valiosas. O rubi de cor fina com uma cor vermelha profunda e excelente transparência pode chegar a vários milhares de dólares por quilate.

Os rubis sintéticos são baratos e são freqüentemente utilizados como um substituto barato para os rubis naturais.

Variedades Ruby

  • Ruby da Birmânia – Ruby da Birmânia; sinônimo de Burmese Ruby.
  • Ruby birmanês – Ruby com uma cor vermelha excepcional (geralmente, mas não necessariamente da Birmânia).
  • Ocasionalmente, também é usado para descrever o rubi sintético.
  • Pigeon Blood Ruby – Forma altamente desejável de sangue vermelho rubi com um toque de azul.
  • Fuschite Ruby – Descrito como um rubi vermelho escuro em uma matriz de mica Fuschite verde que pode ser encontrada na Índia.
  • Zoisita rubi – Mistura de rubi vermelho opaco em zoisita verde da Tanzânia. A zoisita rubi tem um belo contraste e é usada como uma gema menor, sendo polida em cabochons e esculpida em figuras ornamentais.
  • Star Ruby – Forma bem conhecida de Ruby mostrando asterismo, na maioria das vezes sob a forma de uma estrela de seis raios.

Falsos Nomes Rubi

Muitos nomes enganosos são dados a gemas vermelhas menos valiosas em conotação com rubi de gema.

Muitos desses nomes são usados por comerciantes inescrupulosos para confundir compradores inexperientes.

Em geral, toda vez que a palavra Ruby é usada com um prefixo (exceto os listados acima), ou é uma falsificação ou uma jóia vermelha menos valiosa.

A jóia vermelha Garnet Pyrope é particularmente vulnerável a ser chamada de Ruby com um prefixo pegajoso. A lista a seguir descreve nomes falsos para Ruby que na verdade são Pyrope:

  • Adelaide Ruby
  • Rubi americano
  • Arizona Ruby
  • Rubi australiano
  • Rubi Boêmia
  • Rubi da Califórnia
  • Cabo Ruby
  • Colorado Ruby
  • Elie Ruby
  • Montana Ruby
  • Rubi da Montanha Rochosa

Rubi, ruby stone, gema rubi, piedra preciosa

Além da granada artificial, outras gemas vermelhas receberam nomes falsos com conotações de rubi. Estes incluem:

  • Alabandine Ruby – Almandine Garnet
  • Ruby Ancona – Quartzo Rosa
  • Ruby Bullets – Spinel rosa a vermelho pálido
  • Rubi brasileiro – Pink Topázio
  • Cobre Ruby – Cuprite
  • Ruby Garnet – Granada vermelha
  • Rubi de Genebra – Rubi Sintético
  • Cobre Ruby – Cuprite
  • Ruby Jack – Esfalerite Vermelho
  • Ruby Garnet – Granada vermelha
  • Ruby Spinel – Red Spinel
  • Rubi siberiano – Turmalina vermelha
  • Ruby Spinel – Red Spinel
  • Verneul Ruby – Rubi Sintético

Tratamentos e melhorias em rubi

Os rubis são freqüentemente tratados com calor para melhorar a cor, assim como para queimar certas inclusões.

É uma prática comum da indústria tratar os rubis com calor, e os rubis não tratados com um excelente natural podem ser excepcionalmente valiosos.

Uma prática recente na indústria de pedras preciosas é fraturar os rubis para esconder os defeitos.

Isto é feito aquecendo-os em vidro de chumbo fundido que tem um índice de refração muito semelhante ao das pedras preciosas de rubi.

Os rubis preenchidos com fraturas são significativamente mais baratos do que seus equivalentes mais autênticos e, por causa disso, deve-se sempre comprar o rubi de um revendedor de confiança.

Depósitos de rubi

O centro do comércio de jóias rubi é em Bangkok, Tailândia. A província de Chantaburi na Tailândia sempre foi uma importante fonte de rubis, produzindo gemas de excelente clareza, mas com tons marrons menos desejáveis.

Por outro lado, o tom dos rubis tailandeses tem a possibilidade de ser melhorado pelo regime térmico. Os depósitos de rubi tailandeses foram esgotados nos anos 80.

Os rubis mais importantes com a cor natural mais fina vêm de Mogok, Mianmar.

Há novamente embargos e restrições comerciais rigorosos em Mianmar por causa das violações dos direitos humanos, e numerosos países, principalmente os EUA, proíbem algumas exportações deste país.

As minas de rubi de Mogok têm estado sob o rígido controle do governo da junta; no entanto, em 1992, uma nova e muito importante fonte de rubi foi descoberta na Birmânia, em Mong Hsu.

A cor destes rubis não é tão boa quanto a de Mogok, mas eles também podem ser melhorados através de tratamento térmico.

Em 2000, novas fontes de rubi foram descobertas em Madagascar (em Vatomandry e Andilamena).

Estes depósitos provaram ser muito extensos e produtivos, e Madagascar é agora um dos líderes na produção de Ruby.

Outras fontes importantes de Ruby incluem Sri Lanka, Índia, Camboja, Vietnã, Tanzânia e Moçambique. Outras fontes de Ruby incluem o Afeganistão, Paquistão, Tajiquistão, Austrália e Estados Unidos (Carolina do Norte).

Gemas tipo rubi

O Ruby é idêntico em aparência ao Ruby Spinel. De fato, muitas velhas e famosas jóias vermelhas que se acredita serem Rubies foram determinadas como sendo realmente Spinel.

Ruby e Spinel são frequentemente encontradas juntas no mesmo ambiente mineral e nos mesmos locais.

O rubi mais famoso, o Príncipe Negro Ruby, colocado na coroa real da Inglaterra, foi outrora considerado o maior rubi, até que a análise científica determinou que era realmente o Rubi Spinel.

O granada (particularmente o piropo) e a turmalina vermelha (Rubellite) também podem se assemelhar ao rubi, embora o rubi seja significativamente mais duro.

Califica este artículo

Dejar una respuesta

Tu dirección de correo electrónico no será publicada.