ūüíé Tipos, Caracter√≠sticas e Cores do M√°rmore

O mármore é uma rocha amplamente utilizada em edifícios, monumentos e esculturas. Ele consiste principalmente de calcita ou dolomita, ou uma combinação destes minerais carbonatados.

O m√°rmore √© um tipo de rocha metam√≥rfica formada a partir do calc√°rio. O m√°rmore √© encontrado em muitos pa√≠ses, incluindo B√©lgica, Fran√ßa, Gr√£-Bretanha, Gr√©cia, √ćndia, It√°lia e Espanha.

O mármore é formado a partir do calcário pelo calor e pela pressão na crosta terrestre. Estas forças fazem com que o calcário mude de textura e maquiagem.

Este processo é chamado de recristalização. Os materiais fósseis no calcário, juntamente com seus minerais carbonatados originais, recristalizam e formam grandes grãos grosseiros de calcita. As impurezas presentes no calcário durante a recristalização afetam a composição mineral do mármore que se forma.

textura marmore

Os minerais que resultam das impurezas dão ao mármore uma grande variedade de cores. O mármore de calcite mais puro é branco. O mármore contendo hematita tem uma cor avermelhada. Um mármore com limonita é amarelo e o mármore com serpentina é verde.

Conteúdo do artigo

Quais são as características do mármore?

O m√°rmore n√£o se divide facilmente em placas de mesmo tamanho e deve ser minerado cuidadosamente. A rocha pode quebrar se forem utilizados explosivos. Os blocos de m√°rmore s√£o minerados com m√°quinas canalizadoras, que cortam ranhuras e buracos na rocha,

Usos. O mármore tem sido altamente valorizado por sua beleza, força e resistência ao fogo e à erosão. Os antigos gregos usavam o mármore em muitos edifícios e estátuas. O artista italiano Michelangelo usou mármore de Carrara do Itália, em várias esculturas.

O mármore de calcite extremamente puro é usado para a maioria das estátuas. Grandes blocos de mármore colorido são usados para colunas, pisos e outras partes de edifícios.

As pe√ßas menores de tal m√°rmore s√£o trituradas ou finamente mo√≠das e usadas como abrasivos em sab√Ķes e outros produtos. Os m√°rmores triturados ou mo√≠dos tamb√©m s√£o usados na pavimenta√ß√£o de estradas e na fabrica√ß√£o de materiais para telhados e produtos para tratamento do solo.

Certifique-se de ter essas ferramentas de polimento de pedreiro para seu próximo trabalho.

Formação das pedras de mármore

O mármore é uma rocha metamórfica produzida a partir de calcário por pressão e calor na crosta terrestre devido a processos geológicos.

textura marmore carrara

As press√Ķes e temperaturas essenciais para produzir esta pedra geralmente eliminam quaisquer f√≥sseis que existam na rocha inicial. Devido a estas for√ßas, a textura do calc√°rio √© alterada. As impurezas no calc√°rio afetam a composi√ß√£o mineral do m√°rmore.

O mármore está disponível em várias cores devido à variedade de minerais presentes na argila do mármore, areia e lodo.

Ele √© amplamente utilizado como material de constru√ß√£o, em monumentos e esculturas, e em numerosas outras aplica√ß√Ķes.

Os m√°rmores s√£o adequados para aplica√ß√Ķes internas e externas. Entretanto, devido √† polui√ß√£o ambiental moderna, o polimento do m√°rmore usado para aplica√ß√Ķes externas pode n√£o ser dur√°vel.

Tipos e cores de m√°rmore

Vamos apresentar os diferentes tipos de mármore de acordo com a cor, sem esquecer que a paleta de cores é muito variada e ao mesmo tempo muito ampla, mas vamos tentar coletar o mais representativo e ao mesmo tempo atraente, tanto para a pessoa como para o ambiente que a rodeia.

Tipos de m√°rmore branco

Precisamente este m√°rmore de cor branca determina a pureza e limpeza ao mesmo tempo, onde n√£o podemos esquecer a luz que ele irradia e emite.

Uma de suas principais atra√ß√Ķes √© que ele se combina com qualquer m√°rmore e cor… assim podemos deduzir que este m√°rmore branco prime o marmore s√£o gabriel √© ideal para toda a casa, mas especialmente para pequenos espa√ßos, como banheiros e cozinhas.

A combinação com outras cores é infinita onde pode criar atmosferas muito especiais e mágicas.

Pedra m√°rmore Veteado

Este mármore Blanco Veteado em si vem com veio muito uniforme e grão médio.

textura marmore branco

√Č amplamente utilizado em diferentes constru√ß√Ķes, em m√≥veis, revestimentos, pisos, fachadas, cozinhas, banheiros, revestimento de paredes e tamb√©m tem uma combina√ß√£o muito boa com azulejos e esculturas. Seu principal mineral √© a calcita e seu mineral acess√≥rio √© o quartzo.

M√°rmore Macael

O mármore Blanco Macael se caracteriza por sua alta dureza e sua grande demanda por construção como material estrela, onde pode ser usado tanto em ambientes internos quanto externos, seja em banheiros, cozinhas e salas, ou também podemos vê-lo em escadas, pisos, calçadas e fachadas ventiladas.

Este mármore Blanco Macael tem uma superfície muito uniforme e compactada, onde às vezes podem ser encontrados alguns detalhes em marmore azul acinzentado.

O m√°rmore Ibiza

O Blanco Ibiza é um mármore que se destaca por sua tonalidade atraente e bela e, ao mesmo tempo, algo muito importante e altamente valorizado é sua grande resistência.

√Č um m√°rmore com veios cinzentos bonitos e art√≠sticos. O Blanco Ibiza √© amplamente utilizado na constru√ß√£o, pois sua beleza e tamb√©m sua luz enchem de energia todo o ambiente. √Č amplamente utilizado tanto em exteriores quanto em interiores.

Mármore  Tranco

O mármore Blanco Tranco também é muito procurado na construção de interiores e exteriores de grandes edifícios e também a nível doméstico e pessoal.

Este mármore contém uma veia cinzenta, sendo da família do mármore calcário, compacto e de granulação grossa.

√Č origin√°rio de Zurgena, que est√° localizado na prov√≠ncia de Almer√≠a, e √© extra√≠do diretamente de Los Trancos. Este m√°rmore Blanco Tranco √© considerado como a pedra alternativa para o m√°rmore Blanco Macael.

M√°rmore Carrara

O mármore Blanco Carrara é originário da Itália e mais especificamente dos Alpes. Este mármore Blanco Carrara é altamente apreciado e reconhecido em todo o mundo, pois está ligado e relacionado à qualidade, beleza e acima de tudo à distinção de ser um mármore requintado e altamente demandado.

pedras de marmore, tipos de pedras de marmore

O uso principal da Carrara é mais em interiores, onde seu uso em banheiros, cozinhas, salas de estar e prédios é muito alto.

Tipos de m√°rmore creme

O marmore bege bahia o creme é um mármore que tem e apresenta uma infinidade de variedades e possibilidades. O tom creme combina perfeitamente com muitos mármores disponíveis no mercado, tornando estes mármores tão elegantes e sofisticados.

S√£o m√°rmores que trazem paz e vida √†s nossas casas, por isso o m√°rmore creme √© um dos m√°rmores mais procurados pelos arquitetos e decoradores nas diferentes e diversas constru√ß√Ķes.

Mármore  cor marfil

Uma das características do Marrón Emperador e Marrón Imperial é que os acabamentos podem ser: polidos, rugosos, amaciados ou bujardados.

Mármore  marrón

O m√°rmore Marr√≥n Light, ao contr√°rio de seus irm√£os, o Marr√≥n Imperial ou o Marr√≥n Emperador, temos que dizer que sua tonalidade √© muito mais leve, mas isso n√£o significa que n√£o seja usado tamb√©m em grandes constru√ß√Ķes por causa de sua beleza e, ao mesmo tempo, uma coisa muito importante √© sua dureza e resist√™ncia.

Não devemos esquecer que ele pode ser combinado com outros mármores e cores sem qualquer problema, uma vez que ao fundir mármores diferentes com tons diferentes, obtém-se um equilíbrio muito agradável e benéfico.

Tipos de m√°rmore rosa

Uma das cores favoritas para muitas pessoas chega a nossa casa e o fazemos com mármores cor-de-rosa, pois é um mármore vintage, onde acima de tudo reside o positivismo, a calma e a delicadeza.

Seu uso é muito variado e sua principal utilização é em áreas de descanso, além disso, é ideal para áreas pouco iluminadas.

A combinação com mármore rosa pode ser muito grande porque se usarmos cores como branco ou cinza criamos ambientes elegantes e suaves, mas se pelo contrário usarmos marrom ou verde, o resultado final será ambientes mais poderosos e fortes.

Mármore Português Rosa

O mármore português Pink é um dos mais utilizados e conhecidos por seu tom quente e, ao mesmo tempo, agradável.

Tamb√©m se destaca por seus tons de marmore cinza e laranja, que tornam este m√°rmore t√£o demandado e utilizado tanto a n√≠vel pessoal quanto em grandes constru√ß√Ķes.

√Č tamb√©m um material que quase n√£o tem veias, o que o torna muito agrad√°vel aos nossos olhos e retinas. Em algumas ocasi√Ķes, ele tamb√©m pode ser apresentado com algumas finas veias marrons e cinzas.

M√°rmore Levante Rosa

Continuamos com o m√°rmore Rosa Levante, que est√° localizado principalmente em Lorca (Murcia), mas para ser mais preciso, teremos que ir a Zarzilla de Ramos.

textura marmore

Este mármore Rosa Levante também é conhecido como Rosa Girona ou Crema Levante. Cada usuário o chama de uma forma diferente e deferente, mas temos que ter claro que são todos iguais: Rosa Levante = Rosa Girona = Crema Levante.

O mármore tem uma grande particularidade e ao mesmo tempo beleza, pois é dominado pela aparência de fósseis, o que o torna, juntamente com sua agradável cor rosa, uma combinação perfeita e fantástica para decoração, tanto interna quanto externamente.

M√°rmore Rosa Zarci

O mármore Rosa Zarci se destaca como um dos mais procurados pelos arquitetos e decoradores, pois é amplamente utilizado na elaboração de mosaicos e escadas, sem esquecer outros cantos e lugares em nossa casa ou no edifício ou construção.

O m√°rmore Rosa Zarci tem uma tonalidade s√≥bria e, ao mesmo tempo, muito suave com seu fundo rosa. Tamb√©m inclui, em algumas ocasi√Ķes, algumas veias macias onde elas s√£o emba√ßadas, tornando este material muito uniforme e atraente ao mesmo tempo.

Tipos de m√°rmore Amarelo

O mármore amarelo está associado em nossa vida com otimismo e alegria. Combina com qualquer mármore e cor, dando às salas um toque muito especial.

Não é exatamente um mármore muito procurado, mas aqueles que se atrevem a usá-lo, já podemos dizer que eles destacam as salas onde estão expostos. Em resumo, é um mármore pouco usado e explorado, mas se você ousar usá-lo, não deixará ninguém indiferente.

M√°rmore Triana

Precisamente este mármore Amarillo Triana é um dos mais chamativos. Seu grão fino e seu veio irregularmente distribuído fazem dele um prazer para nossos olhos.

Grandes decoradores t√™m apostado em sua for√ßa e beleza quando se trata de ser inclu√≠do nas paredes ou decora√ß√Ķes de edif√≠cios e locais de descanso.

M√°rmore Macael

Nosso mármore Macael é muito procurado na construção tanto para exterior quanto para interior, sendo utilizado em escadas, salas, pisos, cozinhas, fachadas ventiladas, banheiros e muito mais.

Sua superfície uniforme e compacta é ideal, mas, além disso, muitos e variados detalhes em azul acinzentado podem ser encontrados em sua base e superfície. A dureza do mármore Macael também o leva ao topo e a ser escolhido na construção por arquitetos e designers.

Tipos de m√°rmore Verde

A nível pessoal devo dizer que é uma das minhas favoritas, pois é uma cor que está ligada à natureza, onde traz harmonia e serenidade ao seu espaço.

Eu tamb√©m destacaria esta cor verde para as diferentes sensa√ß√Ķes que podemos perceber em n√≠vel pessoal e √≠ntimo.

Suas combina√ß√Ķes determinam o humor ou o que voc√™ realmente quer transmitir, porque se combinarmos tons de creme ou cinza com nosso verde obtemos uma atmosfera elegante, mas se, ao contr√°rio, usarmos um m√°rmore branco ou claro o resultado ser√° uma sala com um frescor incomum. O m√°rmore verde √© amplamente utilizado em cozinhas, banheiros e quartos.

M√°rmore √ćndio

O m√°rmore Indian Green tamb√©m √© chamado e referido como Oasis Green. √Č um m√°rmore que normalmente tem muito poucas veias ou, ao contr√°rio, normalmente tem veias brancas muito marcadas.

Sua originalidade faz deste m√°rmore indiano uma atra√ß√£o importante no setor da constru√ß√£o civil. H√° tamb√©m algumas variedades em que suas diferentes pigmenta√ß√Ķes tamb√©m s√£o misturadas.

O mármore Verde Indio é amplamente utilizado em cozinhas, banheiros, revestimentos, pisos, etc. Uma de suas vantagens é que envolve o local de uma maneira muito especial.

M√°rmore Ubatuba

O mármore Verde Ubatuba é um material muito homogêneo, que nunca sai de moda devido a sua alta beleza e coloração atraente. Pode ser usado em qualquer parte da casa e também é procurado em grandes superfícies e edifícios.

pedras de marmore, tipos de marmore

Qualquer projeto de auto-respeito que queira ter um toque extra em sua decoração tem e deve usar sem nenhuma desculpa este tipo de mármore, tão atraente e mágico, que por sua vez combina outros mármores à perfeição.

M√°rmore Guatemala

Este mármore Verde Guatemala é especial por causa de seu veio branco luminoso, que nos leva a lugares inóspitos, tropicais e, ao mesmo tempo, selvagens. O Verde Guatemala sempre cativou a atenção de grandes designers de interiores e arquitetos ilustres.

Pode ser usado em qualquer lugar e, acima de tudo, deixa à imaginação suas muitas e amplas possibilidades, tanto dentro como fora de casa.

Se você confia neste mármore, um marmore branco parana o marmore calacata, asseguramos-lhe que os resultados serão muito superiores às expectativas, pois ele o envolverá e o abraçará de uma forma muito diferente de qualquer outro mármore de características semelhantes.

 

 

Características dos mármores

O m√°rmore √© uma pedra com uma estrutura cristalina firme e de leve porosidade. Devido a sua estrutura, o m√°rmore pode ser polido para melhorar seu brilho e √©, portanto, uma pedra comum e atraente para aplica√ß√Ķes em constru√ß√£o.

A porosidade restrita do mármore, principalmente quando refinado, o torna menos suscetível a danos causados pela água.

Entretanto, o carbonato de cálcio, principal ingrediente do mármore, é extremamente suscetível a agentes ácidos: ele se dissolve rapidamente em alguns ácidos.

A influência real do contato ácido varia com o tipo de ácido: cloretos, sulfatos e outros compostos químicos respondem de maneiras diferentes com o mármore.

São criados subprodutos que possuem uma ampla gama de solubilidade e influência sobre a durabilidade do mármore. Portanto, é essencial determinar o tipo exato de poluentes que causam a deterioração do mármore.

Efeitos clim√°ticos sobre os m√°rmores

As forças da natureza podem produzir um efeito decadente sobre o aspecto e a confiabilidade estrutural do mármore. Estes agentes incluem temperatura, neve, chuva, vento e poluentes atmosféricos.

Os agentes atmosféricos normalmente agem em combinação com os outros agentes para aumentar a deterioração do mármore. A água da chuva, particularmente em combinação com os gases atmosféricos, pode causar a dissolução do mármore, gerando movimento de sal dentro da microestrutura.

A temperatura pode intensificar a taxa de deteriora√ß√£o e os padr√Ķes de recoloca√ß√£o de sal dentro da pedra. As altas temperaturas normalmente multiplicam as mudan√ßas qu√≠micas.

Mudan√ßas bruscas de temperatura podem causar tens√Ķes devido ao diferencial de expans√£o. A umidade √© considerada como uma das principais causas dos problemas que podem acontecer. Entretanto, outros problemas como eros√£o devido ao vento e mutila√ß√£o tamb√©m podem ocorrer.

Aplica√ß√Ķes de m√°rmore

O m√°rmore tem numerosas aplica√ß√Ķes para fins estruturais e decorativos. √Č utilizado para escultura externa, paredes externas, revestimento de pisos, decora√ß√£o, escadas e pavimentos. A t√©cnica de uso da pedra pode influenciar a severidade da exposi√ß√£o.

O mármore é considerado a pedra para os imperadores e deuses. A maioria dos monumentos pré-históricos era feita de mármore. O mármore decorou os corredores das catedrais e lugares históricos. Os mármores cobrem os pisos dos afluentes e também embelezam os banhos dos proprietários de casas mais moderados.

Estes azulejos ou são polidos ou amaciados. Os azulejos polidos proporcionam uma aparência elegante, embora sejam extremamente escorregadios quando molhados.

Os azulejos amaciados oferecem mais aderência e são considerados seguros. O uso de vários tratamentos pode retardar o processo de deterioração do mármore.

O mármore é vulnerável ao ataque de água e produtos químicos, para os quais foram desenvolvidos selantes avançados apropriados para reduzir consideravelmente este risco.

Onde podemos encontrar m√°rmore?

Os dep√≥sitos de m√°rmore podem ser encontrados em v√°rios pa√≠ses ao redor do mundo. Pa√≠ses europeus como It√°lia, Irlanda, Espanha, Gr√©cia, R√ļssia, Rom√™nia, Su√©cia e Alemanha, al√©m de outros na √Āsia, est√£o entre os principais produtores mundiais desta valiosa rocha.

Os Estados Unidos da América são também um produtor de mármore de alto nível, com estados como Alabama e Texas tendo depósitos especialmente grandes a serem encontrados dentro de suas fronteiras.

No entanto, s√£o a It√°lia, China, √ćndia e Espanha que dominam a produ√ß√£o mundial de M√°rmore.

Utiliza a √°rea de m√°rmore

O m√°rmore ocorre em dep√≥sitos maci√ßos que podem ser de centenas de dedos dos p√©s grossos e de bom tamanho geogr√°fico. Isto permite que seja extra√≠do economicamente em grande escala, com algumas minas e pedreiras gerando dezenas de milh√Ķes de lotes de acordo com o ano anterior.

Maioria dessas rochas √© transformada em pedra britada ou pedra dimensionada. A pedra britada √© usada como um agregado em rodovias, leitos ferrovi√°rios, constru√ß√£o de funda√ß√Ķes e diferentes tipos de constru√ß√£o.

A pedra dimensional √© produzida por serragem de m√°rmore em por√ß√Ķes de dimens√Ķes particulares. Estes s√£o utilizados em monumentos, edif√≠cios, esculturas, pavimenta√ß√£o e outros projetos.

Temos um artigo sobre ¬ęo uso do m√°rmore¬Ľ que inclui imagens e descri√ß√Ķes do m√°rmore em muitos tipos de m√°rmore que utilizam

Utiliza√ß√Ķes t√≠picas do m√°rmore

O m√°rmore tem muitos usos decorativos e estruturais. √Č usado tanto para esculturas externas quanto para bases de esculturas; na arquitetura, √© usado em paredes externas e folheados, pisos dom√°rmore , elementos decorativos, pia de marmore para banheiro, escadas, mesa de marmore e passarelas.

A forma como a pedra é usada pode ser um fator de limitação ou controle da severidade da exposição. O uso ou função do mármore também pode afetar a viabilidade da aplicação de certos tratamentos.

Ainda assim, o tipo de uso não é o fator primário nos principais tipos de deterioração e danos aos quais o mármore é suscetível.

Problemas e deterioração do mármore

As forças e agentes naturais do tempo podem ter um efeito degradante sobre a aparência e a solidez estrutural do mármore. Esses agentes incluem chuva, neve, temperatura, vento e poluentes atmosféricos.

Os agentes atmosféricos quase nunca funcionam isoladamente, ou isoladamente, agem sempre em combinação uns com os outros ou com outros agentes de deterioração.

A água da chuva, especialmente em combinação com os gases atmosféricos, pode resultar na dissolução do mármore, criando níveis mais altos de movimento de sal dentro da microestrutura.

A temperatura pode afetar as taxas de deteriora√ß√£o e (em pedras maiores) o movimento das pe√ßas, assim como os padr√Ķes de migra√ß√£o de sal dentro da pedra.

Temperaturas mais altas freq√ľentemente aumentam a taxa de mudan√ßas qu√≠micas; temperaturas baixas podem criar o risco de problemas de ¬ęcongelamento-degelo¬Ľ, e mudan√ßas r√°pidas de temperatura podem produzir tens√Ķes no material devido √† expans√£o diferencial.

A maioria dos problemas naturais ou inerentes que podem ocorrer com o m√°rmore requerem algum grau de umidade para ocorrer. Entretanto, outros problemas, como eros√£o pelo vento e vandalismo, podem ocorrer independentemente.

Problemas naturais ou inerentes aos m√°rmores

Aguadecimento

O m√°rmore sujeito a exposi√ß√Ķes externas deteriora-se devido √†s intemp√©ries ou aos efeitos naturais do vento, da chuva e das mudan√ßas t√©rmicas.

O mármore é extremamente durável e, devido à sua porosidade limitada, não absorve grandes quantidades de água. No entanto, absorve alguma água e, como é altamente reativo quando exposto a ácidos ou mesmo a águas de chuva levemente ácidas, pode sofrer deterioração substancial.

Em resumo, enquanto a porosidade do mármore é baixa, a forma dos poros (elíptica) permite uma maior dissolução do que nos poros redondos típicos, e este fato aliado à solubilidade inerente do mármore nos ácidos pode resultar em dois grandes problemas:

Perdas de polimento

Os sintomas mais comuns de intempéries são a perda da superfície altamente polida (onde ela existe) e a perda de detalhes de bordas nítidas em áreas decorativas esculpidas da pedra.

Pouco pode ser feito para restaurar os detalhes da borda sem esculpir de novo a pedra, o que geralmente é inviável. O brilho ou polimento pode ser mantido e, até certo ponto, restaurado na superfície do mármore usando pó de polimento de mármore e almofadas de polimento macias.

O nível de esforço ou mão-de-obra necessária para repolir a pedra dependerá do grau de deterioração da superfície, ou perda do polimento.

Novas peças, peças restauradas ou superfícies bem mantidas podem ser retidas em um estado altamente polido com muito menos esforço do que as superfícies que foram expostas às intempéries por longos períodos de tempo com pouca ou nenhuma manutenção. Por esta razão, o mármore polido deve receber manutenção preventiva regular por polimento.

Eros√£o do m√°rmore

A eros√£o pode ser o resultado de condi√ß√Ķes meteorol√≥gicas gerais descritas acima, ou pode ser um fen√īmeno mais localizado com base no manuseio ou exposi√ß√£o. Abrasivos acionados pelo vento, transportados pelo ar, como sujeira, gr√£o e outras ¬ępart√≠culas¬Ľ podem desgastar de forma seletiva os detalhes.

Os efeitos depender√£o em grande parte da dire√ß√£o dos ventos predominantes. Uma das poucas maneiras eficazes de resolver este problema √© atrav√©s de paisagismo, onde planta√ß√Ķes e/ou grau de paisagem podem desviar o vento.

Este tipo de paisagismo e/ou classifica√ß√£o pode variar desde a simples e barata at√© uma interven√ß√£o maior e cara. Teria que ser consistente com a pol√≠tica de gest√£o de paisagens culturais. Pode, no entanto, ser econ√īmico ao considerar a vida √ļtil prolongada do edif√≠cio.

Os sintomas de erosão podem ser tão simples quanto a perda geral de polimento e afiação das bordas, como descrito acima, ou pode ser muito localizado, desgaste específico devido ao contato com equipamentos de paisagismo e corte.

Os danos localizados devido ao contato com o corte ou outros equipamentos de manutenção são evitáveis. Quando houver evidência de danos físicos recorrentes, devem ser tomadas medidas para proteger a pedra.

Presença

A descolora√ß√£o do m√°rmore, seja geral ou localizada, √© uma mancha. A colora√ß√£o pode ser o resultado da exposi√ß√£o a uma variedade de subst√Ęncias externas, ou a oclus√Ķes internas na pedra ou elementos estruturais.

Alguns dos tipos mais comuns de coloração e os agentes causadores são:

Manchas de √≥leo/graxa: Estas manchas s√£o geralmente o resultado de vandalismo ou manuseio. Uma variedade de √≥leos org√Ęnicos ou inorg√Ęnicos pode ser absorvida pela pedra ao contato. A profundidade de penetra√ß√£o depender√° da viscosidade do √≥leo/graxa, temperatura, porosidade da pedra, acabamento e secura.

O aparecimento de manchas de graxa/óleo consistirá normalmente em um escurecimento da pedra na área de contato. As bordas da mancha geralmente serão difusas, especialmente após um período prolongado. Existem técnicas padrão para remoção de manchas de óleo e graxa e muitas vezes podem ser realizadas pelo pessoal de manutenção.

Tinturas e tintas: A coloração pode ser de qualquer cor, dependendo do tipo e da fonte do corante. Este tipo de mancha provavelmente será extremamente localizado ao redor da área de contato.

O líquido contendo a coloração pode ser absorvido pela pedra, e durante o processo normal de evaporação, o pigmento de coloração é depositado dentro da pedra.

Manchas org√Ęnicas: As manchas org√Ęnicas s√£o causadas pelo contato direto com mat√©ria org√Ęnica em decomposi√ß√£o, tais como folhas, excrementos de p√°ssaros ou animais, flores, ch√° ou caf√©. Independente da fonte, estas manchas tendem a ser um pouco marrom-avermelhadas.

Elas tamb√©m desaparecem freq√ľentemente depois que a fonte foi removida. As manchas org√Ęnicas podem ser deixadas para o tempo e alvejar ou oxidar ap√≥s a remo√ß√£o da fonte org√Ęnica. Entretanto, um res√≠duo pode permanecer sobre a pedra.

Manchas metálicas: Duas grandes categorias de manchas metálicas são baseadas tanto em ferro quanto em cobre. A fonte da coloração pode ser componentes ou características estruturais internas. Uma fonte comum é a lavagem com água, ou escorrimento, de elementos metálicos adjacentes, especialmente o bronze.

Sujeira geral, fuligem e poluição: O mármore pode ser descolorido geralmente ou localmente pela sujeira atmosférica, sujeira e outras partículas transportadas pelo ar que aderem ao material.

A apar√™ncia visual √© geralmente um efeito de entorpecimento ou de cinzento que silencia ou obscurece a cor e o brilho originais. Os efeitos da sujeira s√£o geralmente intensificados nas √°reas protegidas, onde o efeito de enx√°g√ľe da √°gua da chuva √© diminu√≠do.

A sujeira pode ser uma composi√ß√£o complexa de s√≥lidos finamente divididos mantidos juntos por material org√Ęnico, incluindo fuligem, poeira siliciosa e outros materiais transportados pelo ar. Pode incluir part√≠culas de metais, vidro, cer√Ęmicas, √≥xidos met√°licos e minerais.

Propriedades físicas do mármore

  • Cor: Branco, rosa
  • Derivado: Calc√°rio, dolomita
  • Tamanho do gr√£o – gr√£o m√©dio; pode ver cristais de calcita entrela√ßados a olho nu.
  • Dureza – dura, embora o mineral componente seja macio (a calcita √© tr√™s na escala de dureza de Moh)
  • Estrutura: Massivo
  • Grupo: Rochas Metam√≥rficas
  • Textura: Granobl√°stica, granular.
  • Forma√ß√£o: Regional ou metam√≥rfico de contato
  • Rea√ß√£o √°cida: Por ser composto de carbonato de c√°lcio, o m√°rmore reagir√° em contato com muitos √°cidos, neutralizando o √°cido. √Č um dos materiais de neutraliza√ß√£o √°cida mais eficazes. √Č frequentemente triturado e utilizado para neutraliza√ß√£o √°cida em riachos, lagos e solos.
  • Dureza: Por ser composto de calcita, o m√°rmore tem uma dureza de tr√™s na escala de dureza Mohs. Como resultado, √© f√°cil de esculpir, o que o torna √ļtil para a produ√ß√£o de esculturas e objetos ornamentais. A translucidez do m√°rmore o torna especialmente atraente para muitos tipos de esculturas.
  • Capacidade de Aceitar um polon√™s: Depois de lixado com abrasivos progressivamente mais finos, ele pode ser polido com um alto brilho. Isto permite que pe√ßas atraentes de m√°rmore sejam cortadas, polidas e usadas como ladrilhos de piso, pain√©is arquitet√īnicos, pedra de revestimento, soleiras de janelas, degraus de escadas, colunas e muitas outras pe√ßas de pedra decorativa.
  • Principais minerais de M√°rmore: Calcite
  • Minerais acess√≥rios de M√°rmore: Diopside, tremolita, actinolita, dolomita

O m√°rmore √© lindo – ningu√©m pode contestar isso. Suas caracter√≠sticas, desde os padr√Ķes at√© as cores, s√£o o que torna a pedra especial. √Č compreens√≠vel que as pessoas optem por ter uma bancada de cozinha em m√°rmore.

Há uma série de cores de pedra disponíveis em granito, embora nenhuma possa combinar com a beleza do mármore branco com veios.

O m√°rmore tem sido h√° muito tempo a pedra de escolha desde castelos antigos at√© aplica√ß√Ķes comerciais da mais alta qualidade.

Monumentos a pisos de salão, peitoris de janelas a sofisticados foyers, é uma pedra que raramente compete com outros elementos para atenção. No entanto, ela pode se misturar ou servir como peça central de uma sala, dependendo de seus pares.

Pedras de m√°rmore cl√°ssicas

Seja um clássico neutro como Crema Marfil ou uma variedade mais marcante como Rosa Verona, que é dominada por laranjas e vermelhos, o mármore é uma pedra elegante, mas chamativa.

Surpreendentemente, o m√°rmore √© uma op√ß√£o comparativamente acess√≠vel quando medido em rela√ß√£o a outras op√ß√Ķes de pedra natural. Isto o torna uma op√ß√£o elegante, mas alcan√ß√°vel para as casas de hoje.

O mármore é suscetível a lascas ou manchas, pois é um caroço mais macio, também suscetível a água forte, o que significa que quaisquer ácidos (suco de limão, suco de tomate, vinho) que não são limpos da maneira correta podem gravar a superfície do caroço, tornando-o baço.

Se for um acabamento amaciado ou de couro, a gravura é mascarada dentro da superfície. Em um acabamento polido, uma vez que a gravura é esmagadora após anos de uso, toda a superfície pode ser repolida, trazendo-a de volta à sua beleza original.

Uma caracter√≠stica de todos os Travertinos √© a presen√ßa de pequenos vazios que foram causados por bolhas de ar em √°gua quente. Em momentos em que as fontes esfriaram, o √īnix foi formado. N√£o √© raro encontrar faixas de √īnix entre as camas de marmore travertino.

Os m√°rmores s√£o adequados tanto para aplica√ß√Ķes interiores quanto exteriores. Ainda assim, deve-se notar que com o ambiente de hoje contendo tantos poluentes, se um acabamento polido for especificado no m√°rmore, ele n√£o durar√°.

Qual tipo de mármore é o mais caro?

Portoro √© uma pedra de marmore preto cristalino de alta qualidade. A intensa cor do jato de sua base cont√©m um grande n√ļmero de veias din√Ęmicas douradas e efervesc√™ncias brancas que parecem estar em movimento. Esta pedra natural exclusiva √© considerada como o m√°rmore preto mais caro do mundo.

Qual mármore é o melhor?

Entre as 7 variedades de mármore Carrara, podemos dizer que o mármore Statuario é a variedade mais valorizada devido a diferentes fatores: do ponto de vista estético, é um mármore muito branco, quase nevado, que pode muito bem derivar para tons mais acinzentados à medida que a qualidade do mármore diminui.

Como se chama o m√°rmore com veios?

O m√°rmore Venato (m√°rmore com veios) tamb√©m √© chamado de Veado Branco de Carrara. √Č o segundo mais extra√≠do nos Alpes Apuanos. √Č de gr√£o m√©dio, branco p√©rola a cinza claro, com um padr√£o bastante regular de veias cinza mais ou menos escuras.

Califica este artículo

Dejar una respuesta

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *